Facebook

Por que a empresa deve melhorar o relacionamento com os fornecedores?

Dentre os vários fatores determinantes para o sucesso de uma organização, o bom relacionamento com fornecedores e parceiros desempenha um papel importante.

Afinal, são partes essenciais da organização seja na etapa fabril, no abastecimento de insumos ou na prestação de serviços.

Manter um bom relacionamento com seus fornecedores é mais que uma política de convivência. Trata-se, também, de uma gestão estratégica para conquistar diferenciais competitivos, garantir preços melhores, reduzir prazos de entrega e otimizar operações.

No entanto, será que os gestores compreendem a importância de manter um bom relacionamento com esses parceiros?

Veja, neste post, porque manter um bom relacionamento com os fornecedores é papel importante e quais são as vantagens de trabalhar com transparência. Também, quais são as principais dicas para melhorar esse tipo de relacionamento e como a avaliação de fornecedores pode ajudar nesse processo.


Por que manter um bom relacionamento com os fornecedores é importante?

Além de favorecer a imagem e a reputação da empresa no mercado, o bom relacionamento com fornecedores pode trazer benefícios na área produtiva, criando parcerias que auxiliam no desenvolvimento de materiais personalizados, possibilitando o crescimento mútuo.

Ao mesmo tempo, trabalhar com fornecedores que respeitam os prazos e entregam materiais alinhados as expectavas exigidas, ajuda a garantir a saúde da organização em um todo.

A empresa preocupada em conservar uma boa política de convivência com os parceiros é capaz de criar um ambiente de trabalho mais amistoso e produtivo, se sobressaindo entre as concorrentes.


Vantagens de manter um bom relacionamento

Agora que você já sabe qual é a importância de manter um bom relacionamento com os fornecedores, que tal conferir as vantagens em ter uma comunicação mais transparente com esses parceiros?

Preços
Quando existe uma boa parceria com os fornecedores, a organização é capaz de conseguir condições diferenciadas de compra. Por exemplo, negociar preços, discutir descontos ou até mesmo criar fidelidade por meio de contratos.
Os parceiros conseguem garantir um maior retorno financeiro, a empresa consegue reduzir os seus custos e o cliente consegue se sentir mais satisfeito por desfrutar de preços melhores. Ou seja, todas as partes podem ser beneficiadas.

Condições de pagamento
Como existe mais flexibilidade e transparência entre as partes, fica fácil da empresa conseguir negociar os preços e discutir a possibilidade de melhorar os prazos para pagamento.
Os gestores conseguem montar um planejamento para realizar a quitação de boletos, por exemplo, e assim otimizar o controle financeiro sobre todo o seu negócio.   

Prazos de entrega
Uma entrega atrasada é suficiente para prejudicar todas as operações na empresa. No entanto, esse é um problema que pode ser facilmente evitado se o gestor manter um relacionamento mais transparente com os seus fornecedores.
Manter uma relação aberta com os parceiros é algo que possibilita a negociação dos prazos de entregas. Assim, ao estipular as datas de compra por exemplo, é possível melhorar o controle sobre o que entra e sai da empresa, reduzindo os estoques.
A relação flexível com os fornecedores também permite que os gestores programem as compras, protegendo assim a empresa contra qualquer tipo de oscilação financeira e atrasos.

Diferenciais competitivos
Se a empresa quer se sobressair entre as concorrentes precisa desenvolver ações estratégicas para se fortalecer. Trabalhar com parceiros fortes, que oferecem condições especiais de produtos e que possuem interesse de crescer junto com a marca são diferenciais competitivos que tornam a organização ainda mais forte.

Otimização de processos
Cada fornecedor possui particularidades na hora de realizar os serviços. Por isso, manter um diálogo aberto e franco com cada um dos parceiros é uma forma de discutir e elaborar ações estratégias para melhorias.
Ao conversar abertamente com esses profissionais, os gestores conseguem programar operações, otimizar processos e até estipular prazos para realizar as entregas mais rápido.


4 dicas para melhorar o relacionamento com os fornecedores

Manter uma boa política de convivência com os fornecedores parece uma tarefa complexa, não é mesmo? Porém, existem dicas que podem facilitar e melhorar ainda mais esse relacionamento. São elas:

Melhore a comunicação
Se o relacionamento com os fornecedores ainda não está 100%, a primeira coisa que a empresa deve fazer é investir na comunicação. Ela pode melhorar o contato com os seus parceiros promovendo reuniões, elaborando pesquisas ou até mesmo realizando encontros para discutir ideias.
Indiferente do método escolhido, o importante é que a empresa esteja disposta em manter os fornecedores conectados.

Solicite feedback
O posicionamento dos fornecedores é tão importante quanto a do consumidor final. Então, se o objetivo é melhorar o relacionamento, a empresa precisa avaliar o ponto de vista desses parceiros para descobrir o que pode ser melhorado.
O interessante é solicitar feedback de todos os envolvidos para certificar que eles estão satisfeitos com a empresa. Assim, caso as respostas sejam negativas, os gestores podem traçar estratégias para aprimorar o trabalho e a comunicação.

Estabeleça metas e objetivos
A gestão estratégica é essencial para fazer qualquer negócio crescer. Quando a empresa não esclarece os fornecedores sobre quais são os objetivos e as metas da empresa, ambas as partes podem não alcançar os resultados pretendidos.
As entregas, por exemplo, podem atrasar. Os clientes podem ficar insatisfeitos e tanto a empresa como os parceiros podem acabar perdendo oportunidades.    

Avalie os fornecedores
Imagine que uma indústria selecionou um fornecedor por conta do preço baixo. Embora pense ter feito um bom negócio, no segundo mês ela percebeu que os produtos eram fracos e que não ofereciam a qualidade prometida.


Agora responda, como a indústria vai conseguir manter um relacionamento saudável com esse parceiro se ele se mostrou incompatível com os objetivos da marca?

É preciso avaliar os parceiros para certificar que esses profissionais conseguem atender as expectativas. Só por meio de uma avaliação de fornecedores a empresa será capaz de selecionar os produtos certos, oferecer mais qualidade e montar uma parceira forte e duradoura. 
 
Se você ainda não têm um processo definido para avaliar os seus parceiros,  clique e experimente baixar esse Formulário de Avaliação de Fornecedor. É fácil, rápido e essa ferramenta vai ajudá-lo a descobrir quem são os profissionais mais indicados.

28 de Outubro de 2019

Tags:

Fornecedores Gestão estratégica Avaliação de fornecedores sistema de qualidade